viva o verde

September 27, 2018

A natureza tem a capacidade mágica de nos confortar. No entanto, a vida agitada e corrida que levamos atualmente acaba gerando uma série de desconfortos, como estresse, mau humor, ansiedade e cansaço.

No meio desse caos da modernidade, muitas vezes, uma pausa é necessária para recarregar as energias e aliviar a tensão.

Um estudo realizado pela Universidade de Wisconsin revelou o que para muita gente já era óbvio: passar um tempo em contato com a natureza, de preferência sem interferências tecnológicas, é uma ótima forma de deixar os problemas e o estresse de todo dia em segundo plano. Dessa forma, ficamos mais focados e conseguimos realizar nossas tarefas de um modo melhor.

Outro estudo, realizado em conjunto pela Universidade de Harvard e o Brigham  and  Women’s Hospital constatou, após entrevistarem mais de 108 mil mulheres, que a taxa de mortalidade daquelas que viviam em áreas mais verdes era 12% mais baixa do que aquelas vivendo em centros urbanos menos arborizados. 

Na pesquisa acima, os especialistas sugerem que entre os fatores que reduzem essa mortalidade está o cultivo da saúde mental, que eles estimam ser responsável por 30% da melhora na saúde de viver em áreas mais verdes. 

Quando a gente fala em estar em contato com a natureza, logo imaginamos um passeio na floresta. Mas, nem sempre esse deslocamento é possível. A boa notícia é que trazer a natureza pra dentro de casa pode trazer os mesmos benefícios.

Segundo um estudo conduzido pela Universidade de Queensland (AUS), a “dose média de natureza” necessária para melhorar sua qualidade de vida é de cerca de 30 minutos por semana. Ou seja, falta de tempo não é mais desculpa!

estudo mostra que pessoas que visitam áreas verdes são muito menos propensas a ter pressão arterial elevada ou problemas de saúde mental.

Ainda, o fato de nos sentirmos conectados aos elementos naturais proporciona uma sensação de paz, ajudando a reduzir os riscos de desenvolver ansiedade e depressão.

Caminhar por espaços verdes, naturais e tranquilos, de acordo com pesquisa recente, pode colocar o cérebro em um estado meditativo. Isso permite que você preste mais atenção ao mundo ao seu redor, criando a calma necessária para a reflexão. De acordo, com esse estudo, passar mais tempo na natureza, de preferência sem interferências tecnológicas, poderia estimular a criatividade em até 50%!

Que tal aliar os benefícios desse contato plantando seus próprios temperos em casa? Assim, além de deixar seu lar mais verde, você ainda aproveita pra ter sempre temperos fresquinhos e orgânicos em casa. Se animou? Então não descarte a opção de ter pequenas plantas, como moranguinho, tomates, etc.

Tarefas como plantar e cuidar de um jardim ou horta são extremamente relaxantes, combatendo melhor o estresse do que atividades de lazer. Segundo estudo holandês, essas atividades diminuem a produção de cortisol, conhecido como hormônio do estresse.

Além disso, uma pesquisa feita pela Universidade do Colorado revelou que uma bactéria inofensiva, encontrada no solo, pode agir como uma espécie de antidepressivo natural.

Isso acontece porque o tal microrganismo nos faz produzir mais serotonina, um neurotransmissor  conhecido por afetar nosso humor, apetite, memória, comportamento social e outros processos importantes. Quanto melhor for a oxigenação no seu cérebro, maiores serão os níveis de serotonina. O ideal, é claro, não é ter a substância em excesso, pois isso pode provocar tensão e irritabilidade.

 

Agora, se a serotonina está em baixa, você fica deprimido. A mesma bactéria parece também fazer bem ao nosso sistema imunológico. É claro que, em regiões muito poluídas, a dica de mexer na terra não vale, por isso criar uma pequena horta ou jardim em casa é sempre uma boa ideia.

E se a gente te contar que o contato com a natureza pode até mesmo melhorar sua visão?

Para além dos benefícios explícitos do contato com a natureza por parte de crianças - a diversão, socialização e entendimento do meio-ambiente -, este tipo de exposição também pode afetar uma parte bem prática da saúde dos pequenos: a visão. Isso porque um estudo realizado em 2012 descobriu que atividades em meio a natureza reduzem o risco do desenvolvimento de miopia.

Para levar isso além, uma escola de Taiwan realizou outra pesquisa em duas escolas com um nível equivalente de miopia entre as crianças. Um dos colégios recebeu a instrução de estimular atividades externas com os pequenos, enquanto o outro manteve seu padrão diário. Um ano depois, a escola que levou seus estudantes à natureza com mais frequência teve uma diminuição de 17,65% nos índices da condição de saúde, enquanto a outra teve uma redução de apenas 8,41%.

Se apenas olhando para o verde da natureza já nos sentimos melhor, alie isso a todos esses estudos científicos que comprovam uma melhora na saúde física. Viver em um espaço com verde pode gerar um impacto positivo significativo sobre sua qualidade de vida.

 

E aí, convencido(a)?

É simples, é fácil e pode trazer ótimos resultados.

Nos empreendimentos da Pilar, focamos muito no verde como um dos aliado na qualidade de vida, através de jardins, parede verde, jardins de inverno, e opções sustentáveis.

Conheça nossos projetos e deixe a natureza fazer parte do seu dia a dia.

ÍNDICES JULHO/2020:   CUB/AFEARQ: R$2.077,68  |  CUB SINDUSCON/RS (R8-A): R$1.982,39 |    INCC: 0,32% 

Pilar Incorporadora TS Ltda.

| Rua Raimundo Montanari, 1421, sala 201, Flores da Cunha, RS, CEP 95270-000 | (54)3292-9631 | contato@pilarincorporadora.com |